Conservação de Alimentos

  • Home / Conservação de Alimentos

Conservação de Alimentos

Depois de fazer as compras seja para nossa residência ou para o estabelecimento temos que nos atentar nas formas de armazenamento dos alimentos.

Cada tipo possuí uma forma apropriada de armazenamento, principalmente os produtos frescos que precisam estar refrigerados adequadamente.
Os alimentos frescos podem contaminar-se com microorganismos presentes no exterior e, inclusivamente, com o passar do tempo, sucumbem à ação das bactérias normalmente presentes no seu interior, ou seja, são os alimentos que deterioram de forma mais rápida.

A refrigeração inibe o crescimento da maioria das bactérias, mas algumas podem proliferar lentamente.A maioria dos alimentos frescos deve conservar-se a temperaturas que oscilam entre os 2°C e os 7°C, margem esta em que os processos metabólicos e a reprodução dos microorganismos se inibem ou são tão lentos que, durante algum tempo, se previne a deterioração dos produtos.

Mas há produtos que tende a deteriorarem de forma mais rápida precisam ser armazenado em alguma parte diferente do seu refrigerador. Separamos uma lista que irá auxiliar como armazenar os alimentos de forma correta!

• O peixe tem que ser conservado na zona mais fria da geladeira, ou seja no congelador. O peixe se deteriora com rapidez: o melhor será comprá-lo pouco tempo antes do seu consumo e guardá-lo no congelador apenas durante um dia, de preferência depois de o ter limpado.

• A carne também deve ser colocada na parte mais fria, de preferência depois de trocar o saco de plástico em que foi colocada no local de venda. Nestas condições, a carne pode conservar-se em média cerca de dois dias: os pedaços maiores conservam-se durante mais tempo do que os pequenos, enquanto que a carne picada e as miudezas se deterioram mais rapidamente.

• Os ovos podem ser guardados numa parte menos fria, de preferência numa zona especialmente reservada a esse fim. Desta forma, podem conservar-se durante cerca de três semanas.

• O leite e derivados frescos, como o queijo, iogurte, pudin, etc., podem ser guardados numa zona intermediaria. O leite pasteurizado e o queijo fresco podem manter-se nestas condições durante cerca de três dias e, em relação a outros produtos embalados, deverá ter sempre em conta o prazo de validade.

• A fruta madura e as verduras devem ser mantidas nas zonas menos frias da sua geladeira, de preferência nas gavetas próprias para esse fim. Desta forma, podem manter-se em boas condições de dois a sete dias, dependendo do produto que se vai consumir.

Queijos secos 

Os queijos secos não precisam de ser guardados na geladeira: é preferível mantê-los fora, cobertos com uma tampa de vidro, plástico ou metal respirável, ou envolvê-los em papel de alumínio ou plástico. Assim, conservarão melhor a sua textura, o sabor e o aroma, sem impregnar os restantes alimentos.

Leave Comments