Dicas para abrir uma Hamburgueria Gourmet

  • Home / Dicas para abrir uma Hamburgueria Gourmet

Dicas para abrir uma Hamburgueria Gourmet

Lembre-se que se você planeja abrir uma hamburgueria,  devido ao  COVID-19 atente-se as regras da OMS e procure pelos serviços de delivery!

Veja sobre essas informações nos post:

Coronavírus: Como estruturar um sistema de delivery e continuar as vendas

Coronavírus: o que bares e restaurantes devem fazer?

No ramo de lanchonetes, bares e restaurantes, as hamburguerias são a preferência do público, principalmente quando o assunto é fast food. Seja como estabelecimento padrão, gourmet ou food truck, as hamburguerias são as principais escolhas dos clientes e estão longe de sair do topo. A área é promissora, mas é necessário ter conhecimento e tomar as atitudes corretas. Por isso, se você deseja abrir uma hamburgueria – seja própria ou franquia – aqui vão algumas dicas para te ajudar a ter sucesso.

Estude o mercado

É necessário conhecer o ramo em que você está entrando. Por isso, inicie pesquisando mais sobre hamburguerias. Estude a história, as mais famosas, descubra as dificuldades, conheça bem o assunto.

Comece também sua pesquisa de campo e público: avalie a melhor região, defina se será franquia ou negócio próprio, defina o perfil do seu público, visite e analise concorrentes, procure consultoria de especialistas.

Planejamento e Burocracia

Após definir o local e perfil do seu público, pense no cardápio, estilo de ambiente e quais serão seus diferenciais.

Faça o planejamento financeiro e projeção de retorno. Essa etapa é essencial para você saber o tamanho do negócio que pode ter e não correr o risco de “quebrar” semanas depois.

Pense em toda a identidade visual e planeje as campanhas de divulgação (o ideal é contratar uma agência especializada para fazer o marketing e redes sociais de sua empresa).

Com tudo definido e planejado, entra a burocracia da abertura de um estabelecimento: você precisará de um Registro da empresa na Junta Comercial; Registro da empresa no CNPJ; Cadastro na Previdência Social para assim poder contratar funcionários legalmente (INSS/FGTS); Autorização junto a Secretaria do Estado da Fazenda para impressão de notas fiscais; Alvará de licença para manipulação e produção de alimentos junto a Divisão da Vigilância Sanitária Estadual.

Dicas para o sucesso

A carne do hambúrguer deve ser de alta qualidade, pois ela é o carro chefe do lanche e do seu estabelecimento. Uma hamburgueria com hambúrguer ruim é fracasso na certa!

Disponibilize uma variedade de hambúrgueres e também outras opções como frangos e lanches vegetarianos, pois sempre existe um público que não come carne, mas mesmo assim se rende aos pratos rápidos feitos de sanduíches.

Ofereça opções exclusivas para enriquecer o seu lanche, os clientes precisam achar um diferencial nos produtos para que criem um elo de confiança e retornem ao estabelecimento. Molhos criativos com segredos em sua fabricação se tornam um chamariz para o produto.

Procure saber os preços da concorrência, faça promoções e mantenha um preço atrativo, em que dê para faturar e ao mesmo tempo oferecer produtos de qualidade. Um lanche na principais redes de fast food sai por aproximadamente R$ 22,00, por isso o seu combo de lanche, fritas e refrigerante deve ter um preço inferior e também oferecer molhos e acompanhamentos inéditos.

Não tenha medo de investir no seu negócio, pois até mesmo nos lugares mais concorridos, sempre haverá espaço para novos empreendimentos.

Caso você entenda tudo sobre o ramo, ainda sim você precisará de funcionários mesmo que seja para dar um suporte ou realmente te ajudar na preparação dos alimentos, por isso é necessário um treinamento para atendimento ao público. Todo cliente é único, por isso ele deve ser tratado com simpatia, rapidez e cordialidade.

A hamburgueria deve ter um espaço para que os clientes consumam os produtos tranquilos e com conforto: uma decoração leve sem perder sua identidade, local livre de barulhos que possam incomodar (música alta e movimentação na rua, por exemplo), bem iluminado (por mais que seu local tenha uma iluminação ambiente, ninguém aguenta ficar em um espaço escuro demais).

Seu estabelecimento deve ser acessível e completo: acesso e suporte para deficientes; banheiros com itens de higiene essenciais; fraldário, caldeirão e itens para crianças, por exemplo.

Foto: Sonoma.com.br

Leave Comments



Abrir chat
Olá, em que podemos te ajudar?