6 erros que você não vai mais cometer na gestão do seu negócio

  • Home / 6 erros que você não vai mais cometer na gestão do seu negócio

6 erros que você não vai mais cometer na gestão do seu negócio

Tornar-se o dono do próprio negócio é o sonho de vários brasileiros. Atraídos pela ideia de ser o próprio chefe, ter mais flexibilidade de horário e conquistar a independência financeira, muitos mergulham de cabeça nessa empreitada, mas por falta de informação e preparo ficam no meio do caminho.

O assunto parece familiar? Se chegou até aqui, é provável que você faça parte desta uma estatística desanimadora: uma a cada quatro empresas fecha as portas antes de completar dois anos de existência.

Mas isso não é motivo para apagar a chama do empreendedorismo que existe dentro de você. Até mesmo Steve Jobs já precisou recolher os cacos de um empreendimento fracassado e reinventar suas ideias até construir uma empresa bem-sucedida e que desperta paixões mundo afora.

E aqui você tem também uma nova chance de recomeçar. Vamos rever os principais erros que os empreendedores cometem, para que de agora em diante possa se preparar e superar qualquer obstáculo que surgir no caminho.

Primeiro erro: não conhecer seu perfil empreendedor

Para empreender, é necessário saber, em primeiro lugar, qual é o seu motivo para ser um empresário. Aqui, você pode descobrir seu perfil empreendedor e aprender a identificar as oportunidades de negócio que mais têm a ver com você.

Segundo erro: falta de planejamento

Ter um planejamento é um fator decisivo para a sobrevivência de uma empresa. Você precisa saber com clareza o que quer conquistar e como fazer para transformar a ideia em realidade, avaliando inclusive se o negócio é viável.

Existem várias ferramentas que podem ajudar a criar um planejamento estratégico para o seu empreendimento. Como por exemplo, o Sebrae Canvas, na qual é possível desenvolver suas ideias de negócio.

Terceiro erro: financiamentos mal planejados

Uma dica muito importante: avalie se você realmente precisa do empréstimo. Desenvolver um plano de negócios pode ajudar nessa decisão. Além disso, faça a si mesmo algumas perguntas e avalie se há mesmo a necessidade de financiamento para seu negócio:

  • Preciso de quanto dinheiro?
  • Vou conseguir pagar o empréstimo?
  • É possível encontrar outras formas de financiamento?

Quarto erro: não se capacitar

Um empreendimento, por menor que seja, é um organismo complexo, com muitas frentes de trabalho: finanças, estoque, produção, divulgação, atendimento ao cliente, entre outras atividades. Todas elas têm sua importância para o bom funcionamento da empresa e por isso mesmo pede-se aos donos de negócio dedicação e aprimoramento constante.

Quinto erro: má gestão financeira

Muitos empresários precisam fechar as portas do negócio porque não conseguem acompanhar as despesas e as receitas. Mas esse problema é facilmente resolvido com uma ferramenta simples, porém mágica, para o controle financeiro: o fluxo de caixa.

Com ele, é possível acompanhar o saldo disponível na sua conta e descobrir as principais dificuldades financeiras, onde economizar ou investir mais e, dessa maneira, tomar decisões, negociar com fornecedores, fazer promoções e agir para evitar ficar no vermelho.

Sexto erro: não inovar

O mundo está sempre se transformando, e cada vez mais rápido. Acompanhar a movimentação do mercado significa identificar tendências e usar esse conhecimento para aumentar a competitividade do seu negócio.

 

Fonte: SEBRAE.com.br

Leave Comments