Quais os tipos de empreendedores que compõem o mercado?

  • Home / Quais os tipos de empreendedores que compõem o mercado?

Quais os tipos de empreendedores que compõem o mercado?

O espírito empreendedor é algo único, mas há muitas direções que um empreendedor pode seguir para realizar suas visões de negócios.

Veja agora alguns dos tipos de empreendedores mais conhecidos que estão no mercado e fazem ele seguir progredindo!

1. Empreendedor social

É aquele que tem um propósito social por trás do seu projeto ou empresa. Pode ser um produto que vai tornar o mundo um lugar mais sustentável, corrigir uma injustiça que o sistema público não é capaz de resolver ou conscientizar a população de um risco coletivo iminente.

2. Empreendedor digital

O empreendedor digital constrói seu negócio 100% online. Esse tipo de negócio só se tornou possível com o surgimento desse mercado e avanços trazidos pela transformação digital.

Blogs, empresas que vendem info produtos e serviços feitos pela internet são alguns exemplos de projetos digitais que você vai encontrar por aí.

Esse tipo de empreendedor precisa dominar as técnicas de marketing digital como ninguém, já que esse é o ambiente natural do seu empreendimento.

3. Empreendedor individual

O empreendedor individual é uma modalidade relativamente nova de empresa que foi criada no Brasil para combater o trabalho informal.

Graças a esse modelo, também conhecido como MEI, trabalhadores autônomos, comerciantes e prestadores de todo tipo de serviços podem constituir legalmente uma empresa e expandir suas visões de negócios.

4. Cooperado

Algumas organizações abrigam diversos profissionais que trabalham numa espécie de parceria, e não exatamente como empregados.

O profissional se afilia à cooperativa e produz para ela. Ele não comanda uma operação sozinho, mas é responsável pelo trabalho que realiza. Esse é o papel do empreendedor cooperado.

5. Franqueador (e franqueado)

Muitos empreendedores têm uma visão tão forte de expansão e escalabilidade que resolvem acelerar o processo por meio de franquias.

Ou seja, abrem a oportunidade para que outros empreendedores comandem novas unidades de seus negócios e paguem uma taxa por isso. Esse empreendedor é chamado de franqueador.

Já o empreendedor que passa a cuidar de uma unidade nova do negócio é o franqueado. Em troca das taxas e da administração, ele recebe todo o suporte do franqueador para fazer o negócio dar certo em sua região.

6. Intraempreendedor

Você já ouviu falar de intraempreendedorismo? É o sentimento de empreendedorismo até quando a pessoa não comanda um empreendimento próprio. Isso mesmo, dá para empreender como empregado de alguém!

O ponto é: muitas organizações modernas perceberam que dar autonomia e capacitação aos colaboradores institui neles um sentimento de dono. Isso traz resultados muito superiores ao negócio, além de deixar o profissional mais satisfeito.

Leave Comments