Marketing gastronômico: dicas para impulsionar o seu negócio. Pt. 1

  • Home / Marketing gastronômico: dicas para impulsionar o seu negócio. Pt. 1

Marketing gastronômico: dicas para impulsionar o seu negócio. Pt. 1

Se você é um empreendedor ou um profissional de marketing que lida com pequenos e médios negócios, sabe que cada ramo de atuação é específico e que vai precisar adequar as suas estratégias para segmentos diferenciados.

Com os diversos programas de televisão e a insistência da mídia em propagar tipos de alimentação, a culinária tem tido lugar de destaque na vida dos brasileiros.

No entanto, chefs renomados e grandes restaurantes são responsáveis por apenas 36% do faturamento dos estabelecimentos de comida no Brasil.

Isso deixa 64% do faturamento para pequenos e médios empreendedores, que precisam alimentar a população e que, geralmente, não possuem estratégias publicitárias bem definidas.

É um nicho enormes que somente agora começou a ser descoberto pela sua potente curva ascendente de trabalho.

Entretanto, para fazer uma campanha de marketing gastronômico eficiente, é preciso prática na área do marketing e conhecimento na administração e no funcionamento de restaurantes.

Criamos este post para servir como uma guia de boas práticas no marketing gastronômico. Confira:

1 – Seja presente em eventos locais

O seu restaurante precisa ser visto, e a sua comida precisa ser oferecida para que o cliente possa entender a relação custo-benefício de entrar no seu estabelecimento.

Por isso, a participação em eventos locais que tenham relação direta com o público-alvo de sua empresa — a persona — são tão importantes.

Esse é o momento para levar um cardápio resumido com, no máximo, 1 entrada, 1 prato principal e 1 sobremesa. Você pode comercializá-los em um combo ou separadamente.

Assegure-se da qualidade da comida, do sabor e da compatibilidade entre as condições ambientais do evento (ar livre, duração, clima, entre outros) com aquilo que servirá.

O tempo de entrega é essencial, haja vista que, na maioria dos eventos, as atrações são muitas e as pessoas não querem despender muito tempo esperando para comer — a não ser, claro, que seja um evento gastronômico!

Nesse caso, a estratégia de vendas tem que incluir a análise do tempo médio que os demais restaurantes levarão para a entrega do prato também.

2 – Promova ações beneficentes

Ser voluntário, além de fazer bem ao próximo, está na moda. Principalmente, quando o assunto é alimentação.

Promova um evento beneficente no seu estabelecimento, sirva uma comida extraordinária e crie um prato especial só para aquele dia.

Faça o marketing em cima do acontecimento com antecedência, venda ingressos antecipados e promova o engajamento do público na ação.

Você pode coletar os nomes no dia do evento no seu restaurante, transformando os visitantes em leads. Um pequeno vídeo mostrando a entidade que será beneficiada também é interessante.

Aproveite para transformar esse momento em mais ações com a transmissão da entrega do dinheiro ou dos bens arrecadados em um live content social, como no Facebook ou no Instagram.

Tire fotos da entrega e marque os perfis de quem contribuiu. A maioria das pessoas gosta de agradecimentos.

3 – Use a geolocalização para segmentar e atrair o público

Cheque se o seu restaurante está presente nos principais aplicativos de geolocalização, como o Ifood, o Kekanto e o TripAdvisor. Confirme a localização e reivindique a propriedade. Essa estratégia ajuda na atração de clientes.

Já para melhorar a visibilidade de sua empresa, experimente configurar o wi fii do facebook do seu negócio. Assim, para utilizar o serviço, o cliente terá que realizar o check-in.

Essa atitude, além de contar aos amigos de seus clientes que eles estão em seu restaurante (ferramenta de validação social), auxilia no ranqueamento do Google, que vai categorizar o negócio como “muitas pessoas circulam por aqui”.

Fonte: Marketing de conteúdo

Leave Comments